(65) 99233-3414 (whatsapp)

Guia de yôga para iniciantes

 

Yôga é uma palavra pequena, mas que carrega muito significado. Em sua língua original, o sânscrito, que dizer, essencialmente, unir e integrar. Apesar de ser um exercício físico, com benefícios para o ganho de tônus muscular e emagrecimento, seu objetivo principal não é trabalhar apenas o corpo, mas também nosso lado emocional e espiritual.

 

Por meio das posturas, que são chamadas de asanas, e do prana, como é chamada nossa energia vital, ganhamos mais força nos pulmões, fortalecemos o sistema nervoso central e aumentamos a imunidade – tudo isso absorvendo o prana por meio da respiração. Esse movimento do diafragma mais consciente e completo, pode melhorar também até o sistema digestivo.

 

Quer saber algumas informações importantes para começar a praticar essa arte milenar? Então confira abaixo o guia de yôga para iniciantes.

 

3 coisas que você precisa saber antes de começar a praticar yôga

 

1-    Quais são os benefícios do yôga?

O yôga agrega vantagens a seus praticantes que integram todos os aspectos da vida, proporcionando mais bem-estar e concentração.  Podemos citar algumas vantagens:

 

  •         Melhora a postura e alivia dor na coluna;
  •         Melhora doenças respiratórias
  •         Diminui ansiedade;
  •         Fortalece o sistema imunológico;
  •         Melhora concentração;
  •         Melhora disposição geral e qualidade de vida;
  •         Alonga o corpo;
  •         Ganho massa muscular e fortalecimento;
  •         Proporciona uma oportunidade de autoconhecimento.

 

2-    Como e quando começar a praticar?

Não há pré-requisito para começar a praticar yôga, ou seja, qualquer um pode ter esses benefícios em sua vida com a prática regular e comprometida. Por outro lado, apesar de não ter contra-indicações, é importante passar por uma consulta prévia com um médico para avaliar as características físicas de cada praticante. Dessa forma, você ficará ciente de suas necessidades e limitações.

 

Pessoas com problemas de saúde, como doenças cardíacas ou dores crônicas, entre outras, devem ter aval de um médico antes de iniciar a prática.

 

3-    Qual tipo de yôga devo escolher?

Existem diversos tipos de yôga praticados por todo o mundo. Por isso mesmo não há restrições para praticá-lo, pois é possível encontrar aquele que melhor se encaixa no seu perfil, disponibilidade física e vontade.  O Power Yoga, por exemplo, é uma modalidade que exige mais força e consciência corporal, outros já focam mais na parte física; outros ainda têm um tipo de abordagem mais holística e espiritual, com foco em meditações e exercícios de respiração, como Yoga Integral e Kundalini Yoga.

 

Mas, em resumo, todos eles apresentam o mesmo fundamento e seguem filosofias muito parecidas, prezando pela concentração, respiração consciente e meditação.

 

Gostou de saber um pouco mais sobre yôga para iniciantes? Vale a pena pesquisar e conversar com bons professores para escolher a modalidade certa para você alcançar o que busca com essa prática tão enriquecedora. Confira mais novidades em nosso blog. Já quer adquirir sua roupa de yôga? Clique aqui

Deixe seu Comentário

Você precisa logarlogin para publicar um comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.